Por se tratar de uma dieta potencialmente restritiva o regime japonês exige certa quantidade de cuidados inclusive na duração do período de aplicação do cardápio.

O que isso quer dizer? Bem, na pratica significa que prolongar o regime japonês por muito tempo pode significar perdas potenciais da sua qualidade de vida e risco de doenças de diversos aspectos como:

Cardíacas renais e de origem bacteriana uma vez que a falta de certos aminoácidos no seu metabolismo poderá fazer com que a sua imunidade sofra de carências importantes.

Mas se você observar as regras com cuidado e estabelecer o seu cardápio com cautela, dá para perder muito peso em poucos dias e  caber naquelas roupas que você anda guardando.

Apesar do que se pode imaginar o regime japonês não foi necessariamente feito no Japão, mas tem esse nome porque foi feito para se assimilar à comida oriental, utilizando para isso a costumeira mistura de carnes e legumes proporcionando refeições livres de gorduras e temperos artificiais.

Cardápio do regime japonês

No regime japonês um princípio básico é fazer apenas três refeições por dia, e geralmente elas são pré-estabelecidas e tem um cardápio restritivo bastante rígido.

Veja a seguir os exemplos de cardápio para uma semana:

Primeiro dia:

  • Café: Café sem açúcar ou com adoçante e uma fruta
  • Almoço: Verduras à vontade e dois ovos cozidos.
  • Jantar Salada à vontade com palitos de cenoura ou pepino, você pode incluir folhas de verdura e um bife grande grelhado ou assado.

Segundo dia

  • Café: Uma fruta, um biscoito cream cracker com chá ou café preto (Use adoçante)
  • Almoço: O jantar do primeiro dia.
  • Jantar: 200 gramas de presunto, salada a vontade e arroz integral com feijão.

Terceiro dia

  • Café: O mesmo do dia anterior, um pedaço de bolo simples om um copo de iogurte natural ou light.
  • Almoço: Salada de tomate ou pepino, dois ovos cozidos ou feitos como omelete.
  • Jantar: Salada de cenoura repolho e rúcula a vontade, tempere com azeite e limão.

Quarto dia

  • Café: dois biscoitos cream cracker, com café preto ou chá com adoçante.
  • Almoço: Três colheres de arroz, duas colheres de feijão alguma carne magra grelada ou cozida.
  • Jantar: dois ovos cozidos e salada de repolho e rúcula a vontade.

Quinto dia

  • Café: Um iogurte natural e duas fatias de torrada integral
  • Almoço: Um bife grelhado, salada de alface a vontade e uma panqueca.
  • Jantar: Salada de alface à vontade, peixe grelhado, legumes cozidos.

Sexto dia

  • Café: 200 ml de iogurte natural e uma fruta
  • Almoço: Dois ovos cozidos ou feitos como omelete, uma colher de feijão e duas colheres de arroz integral.
  • Jantar: Salada de repolho e acelga a vontade, um filé de peito de frango grelhado.

Sétimo dia

  • Café: uma banana ou uma maçã, café preto e dois biscoitos cream cracker.
  • Almoço: arroz integral e feijão com salada de chuchu à vontade e uma carne magra.
  • Jantar: Carne cozida com legumes, feijão (uma concha média, ou uma grande pela metade) e arroz integral, as saladas são sempre bem-vindas.

Os resultados fantásticos do regime japonês

Existem variações do regime japonês onde há inclusão de lanches da manhã e da tarde, mesmo assim dá para emagrecer e muito com essa dieta fantástica, há relatos de perda de até seis quilos em apenas uma semana!

Além da dieta, é importante fazer atividades físicas e consultar um médico, para que ele possa ajudar você a estabelecer corretamente o seu cardápio, ingerir líquidos também não fará nenhum mal ao seu regime.

Afinal, seu corpo poderá eliminar mais facilmente as toxinas derivadas da perda rápida de peso.

Para isso faça sucos naturais e beba muita água de coco, não e não se esqueça d aspecto natural do regime japonês, e invista nos temperos naturais como alho orégano, gengibre alecrim e etc.

Não necessariamente é preciso comer peixes, mas se você desejar pode ingerir essa carne com frequência durante todo o período do regime japonês.

Perceba que com o regime japonês o seu peso diminuirá bastante em um prazo muito curto, mas para garantir que você perca apenas gorduras, e não massa magra, mantenha-se hidratado e em atividade constante.

E ai, vai encarar o regime japonês? Deixe um comentário com a sua opinião!